Presente de Natal Antecipado – Por Cida Santos

708527

Hoje, a mídia divulgou a probabilidade do Caio Júnior não comandar o Flamengo em 2009 e espero que isto realmente aconteça.

Provável presente de natal antecipado para a maior torcida do Brasil.

Pra felicidade geral da nação rubro-negra e de vários jogadores do elenco do Flamengo, o “bom moço” deverá ir para outros ares.

Há vários jogadores do nosso time, que não suportam mais esse estagiário dirigindo o time.

É fácil perceber que o CJ perdeu o comando do grupo de jogadores do Flamengo.

O Ibson e o Marcelinho Paraíba, entre outros, tem desavenças com o atual técnico.

A contratação deste treinador foi um erro primário do Kleber leite, simplesmente por não ter um currículo com o nível apropriado pra conduzir o time de maior torcida do país.

O “aprendiz de técnico” pegou um time bem armado pelo Joel Santana e perdeu um dos campeonatos brasileiros que se desenhava fácil pro Flamengo.

Não que o Campeonato brasileiro seja fácil, pelo contrário, contudo o Flamengo tinha tudo pra levantar o caneco. O São Paulo e o Fluminense estavam envolvidos ainda na Taça Libertadores e os outros times estavam empenhados na reestruturação de seus times.

Mesmo com a falta de infra-estrutura do clube, o Flamengo começou na frente este Brasileirão.

O Caio Júnior vinha mal no Goiás e conseguiu um grande início de campeonato, pois tinha nas mãos o padrão tático deixado pelo técnico anterior, em um período que a maioria dos times estava se reorganizando. Não fez por merecer o estardalhaço que o nosso diretor de futebol precipitado deflagrou para um técnico incipiente e ainda em formação.

A Gávea, ultimamente, virou laboratório para “técnicos em formação”.

Ele quase queima o Ibson com a torcida, escalando-o em funções contrárias às características do jogador.

Não podemos esquecer o fato, que não foi só culpa da janela a responsabilidade pelos dois pontos ganhos em vinte e um disputados. O time era quase o mesmo que o Joel disputara o campeonato brasileiro de 2007 e o Carioca de 2008. Além de o time ser muito mal escalado, coisas desmotivadoras, que deveriam ser resolvidas internamente, como por exemplo, a constante alegação da falta de jogadores de frente e de meias de ligação era levada diariamente à imprensa pelo próprio CJ, que abalaram o emocional de muitos jogadores, que passaram a desacreditar no próprio time. Acarretou uma pressão desnecessária nos atacantes do nosso time: no limitado Obina e no inconstante Diego Tardeli. Claro que precisávamos trabalhar pra substituir as peças que se foram, mas acho que houve uma certa influência nos jogadores menos experientes, que receberam do técnico de mão beijada a motivação declarada ,ou seja, já a razão antecipada para as possíveis derrotas.Foi culpa da janela, as causas de todas as derrotas, bradava Caio Júnior. E os outros times não tinham este elenco todo e também sofreram o mesmo problema. O Palmeiras perdeu o Valdívia e o Luxemburgo jamais deixou transparecer que o grupo ficou mais fraco. Pelo contrário, motivou ainda mais o seu elenco. O São Paulo, provável campeão brasileiro, continua jogando sem meias de ligação.

Ele, que reclamou tanto da falta de meias de ligação, continua jogando somente com volantes, mostrando um tremendo contra-senso.

O nosso técnico sentiu a pressão de comandar o Flamengo para o título e começou a repassar aos jogadores a mensagem do “medo de perder” que acabou tirando do time a coragem de jogar para ganhar.

Quase me iludi com este treinador, no jogo contra o Sport, na Ilha, mas depois refleti melhor e constatei que ele ainda não tivera tido tempo pra desmontar a base moldada no ano passado.
O CJ não conseguiu ainda montar e definir um time.

Está completamente perdido.

Temos um time desestruturado, desarrumado e mal posicionado em campo.

Padrão tático, nós não enxergamos no Flamengo.
O time não consegue se infiltrar na área do adversário, as tabelas não saem, a bola pouca para no ataque (vai e volta) e falta arremates ao gol.
Existe um vazio enorme entre a defesa e o ataque, devido ao fajuto esquema de três zagueiros fixos.

E esta falta de jogadores no meio de campo, leva o time a não se posicionar bem em campo e conseqüentemente o time corre muito e corre “errado” e acaba cansando naturalmente.

E a torcida começa a pedir raça, só que o time já não tem mais gás, por correr como “barata tonta” atrás dos adversários.

Como não temos um centroavante que faça o pivô, que segure a bola pro time se posicionar melhor e pro meio campo chegar, nosso time não consegue manter a bola no ataque.

Este esquema do Caio Júnior torna o nosso ataque inoperante, em virtude de nossos centroavantes jogarem sozinhos e não saberem fazer jogadas individuais, ficando facilmente marcáveis pelos adversários.
Fato vergonhoso, para um time que treina toda semana.
Ele não consegue armar um simples esquema de três zagueiros.

Não temos nem líbero nem sobra.

Contra o Cruzeiro, ele teve a inocência de armar uma linha burra de impedimento com três zagueiros em linha.

Nem sabemos que tipo de marcação faz o Flamengo, ou seja, se o time marca “homem a homem” ou por zona.
Contudo, o nosso pseudo-técnico não enxerga que a marcação é uma zona.

Escalar somente volantes no meio de campo não avaliza que o time vai ser eficiente na defesa, além de contribuir para uma diminuição de criatividade no ataque.

As “famosas” jogadas dos nossos laterais já estão manjadas pelos adversários.

Nosso estagiário não distingue que passou da hora de mexer no esquema.
Precisamos alternar o esquema atual no decorrer do jogo ou voltar a jogar no 4-4-2.

O Caio Júnior é um técnico que não consegue nem cobrar e nem motivar o time.

Demonstra não ter nenhum pulso, nem sangue e parece estar com o prazo de validade vencido.
Teve a cara de pau de falar que o Flamengo perdeu a sua identidade com o Maracanã, local, onde o time conjuntamente com a sua enorme torcida acua os adversários.

Disse que o time treinado por ele só sabe jogar em contra-ataques e por isso joga mal dentro de casa.

Alardeou que o Flamengo, dos clubes do Rio, é o que faz a melhor campanha.

E disse que o quinto lugar no Brasileirão, era motivo pra enaltecer o trabalho realizado pela comissão técnica.

Se continuarmos com este “bom moço”, teremos um ano terrível em 2009.

Ele deve trazer mais jogadores do Paraná e ferrar cada vez mais o nosso clube.

As contratações indicadas pelo estagiário beiraram ao ridículo.
Nem turno do Carioquinha venceremos.
O melhor investimento para o início da temporada é uma nova comissão técnica, que saiba mesclar os jogadores da base com outros jogadores mais experientes.

Necessitamos também destinar os recursos oriundos do futebol do clube exclusivamente para o centro de custo “futebol”, para podermos ter uma estrutura digna da grandeza do Mengão.

Anúncios

2 Responses to Presente de Natal Antecipado – Por Cida Santos

  1. Diana disse:

    E que presenteeeee! kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Vá com Deus Caio Júnior!

    Vá fazer experiências em outro clube, porque o Flamengo não é seu lugar!

  2. Igor disse:

    VAI PRO INFERNO SEU FDP !
    Desgraçado , incompetente !

    Que nunca mais volte .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: