Renato Maurício Prado: “Pobre menino rico”

dezembro 13, 2008
13_mhg_20080413-194606
Coluna de Renato Maurício Prado, Jornal O Globo desta sexta-feira:

Quanto vale um sonho? Há fantasias impossíveis, por custos ou questões intangíveis: as amorosas, por exemplo — a bela tenista Maria Sharapova nunca me deu bola! Mas, falando sério, mesmo vivendo num mundo cada vez mais capitalista, ainda há coisas que o dinheiro não compra — como lembra aquela ótima propaganda, antes de arrematar: “para as outras existe cartão de crédito”..
O preâmbulo, claro, é para discutir a questão de Ronaldo Fenômeno e sua opção pelo Corinthians.

Escolha válida, sob o ponto de vista estritamente profissional — embora com deslizes éticos e, acima de tudo, de educação. Mas isso é outra história, que abordarei mais adiante.

Voltemos à questão do sonho. Desde menino, Ronaldo Nazário acalentava o desejo de jogar no Flamengo — time do seu coração.

Quis o destino que do São Cristóvão (onde começou, como amador) se transferisse para o Cruzeiro e de lá para a Europa, onde acumulou fortuna e fama.

Agora, eis que, no apagar das luzes de sua gloriosa carreira, surge enfim a oportunidade de realizar o sonho de menino.

Multimilionário (com mais de 100 milhões de euros na conta, conforme ele próprio gosta de contar) e em recuperação de nova e complicada cirurgia no joelho, que lugar poderia acolhê-lo com mais carinho? Pois foi, justamente, na Gávea, sede do Flamengo, que Ronaldo iniciou o trabalho de recuperação e reencontro com a bola.

Lá, também, logo no primeiro dia, ouviu do presidente Márcio Braga as boas vindas e a garantia de que, quando resolvesse voltar a jogar o rubro-negro moveria céus e terras para atender aos seus anseios e contratálo por salário à altura de seu valor no mercado.

— É só dizer quando você se sentir em condições e a gente discute e dá um jeito! A bola está contigo. Até lá, o clube é seu. Use e abuse — disse Márcio Braga.

— Jogar no Flamengo sempre foi o meu sonho. Ele é o favorito. Está na “pole position” (para acertar a contratação) e eu quero estar muito bem (fisicamente) para merecer vestir a camisa rubro-negra. Decido em janeiro! — anunciou Ronaldo, no “Bem, Amigos”, no Sportv, após três meses de treinos.

De lá pra cá, entretanto, o Fenômeno, curiosamente, desapareceu da Gávea.

A mim, explicou que sofrera uma contusão leve, que o impedia de treinar e, por isso, passara a fazer fisioterapia em sua própria clínica.

No Flamengo, as versões foram outras: houve quem falasse em crise familiar (sua mulher estaria querendo voltar a morar em Paris), houve quem desconfiasse que o problema era mais sério — e a possibilidade de encerramento da carreira ganhou força quando, após se arrastar em campo, por apenas 15 minutos, no amistoso beneficente entre seus amigos e os de Zidane, realizado no mês passado, no Marrocos, o próprio Ronaldo (bem acima do peso) se disse em dúvidas sobre o futuro.

Futuro resolvido esta semana, meio de sopetão e sem que o jogador nem sequer tivesse retomado os treinamentos ou a conversa com os dirigentes do Fla.

Detalhe: o dinheiro que Ronaldo vai ganhar no Parque São Jorge (e que dificilmente será assim tão maior do que o Flamengo poderia lhe pagar, com ações de marketing do mesmo teor) não mudará em nada a sua vida — em aplicações banais, com o que já possui, ele fatura, por mês, mais de 1 milhão de euros.

Isto, fora os três contratos de publicidade que ainda tem em vigor e independem de onde jogará (TIM, Nike e Ambev).

Resumo da ópera: por maior que seja o sucesso dos planos corintianos, o resultado final representará uma ninharia perto do patrimônio Fenomenal.

Aí, volto a questão básica.

Quanto vale um sonho? Há quem trabalhe a vida inteira para juntar dinheiro e realizar o seu. E o Fenômeno ainda iria ganhar (algo semelhante ao que lhe pagarão agora) para isso.

Mas mesmo não precisando de nem mais um tostão para realizar até as fantasias de suas gerações futuras, Ronaldo abriu mão daquele que dizia ser um dos seus maiores sonhos.

Pobre menino rico! Não conseguiu entender a propaganda: cartão de crédito ele já tem de sobra…

Em tempo: Ronaldo deveria ter sido, no mínimo, educado e agradecido ao Fla a forma como foi recebido e tratado nos meses em que se recuperou na Gávea. Não ter nem sequer dado um telefonema para avisar que recebera uma proposta do Corinthians — e estava estudando aceitála — é inexplicável e imperdoável.

Mas, cá entre nós, os dirigentes do Fla também, poderiam ter procurado conversar com o Fenômeno quando começaram a pipocar aqui e ali notícias do interesse corintiano…

Quem vendeu o sonho do Fenômeno? Fabiano Farah, seu procurador desde que os antigos empresários, Reinaldo Pita e Alexandre Martins, foram presos.

Farah foi também o responsável pela ida de Morais, do Vasco, para o Corinthians.

Deve ser adorado pelas duas maiores torcidas do Rio…cias do interesse corintiano…


Analisando o nosso treinador- Por Rayane

dezembro 12, 2008

cuca

Nessa sexta feira foi anunciado que o Cuca sera o técnico do flamengo na temporada de 2009. Nosso presidente disse que ano que vem será o ano da base.Eu não acho que seria de todo ruim. Mas, como um tecnico que mal consegue controlar seu psicológico vai conseguir conter os nervos dos garotos? Para o projeto com jogadores de base dá certo, tinha que ter pelo menos um tecnico com experiência, que motive os garotos, que principalmente não deixe o “sucesso subir a cabeça deles”. E infelizmente o nosso novo treinador, não tem exatamente esse perfil. Ele é mais um estudioso, que gosta de fazer um time com padrão tatico definido e muitas jogadas ensaiadas. Porém, ele peca na montagem da defesa, não posicionando-a muito bem. Se conseguir consertar isso, já será meio caminho andado. Gostar de futebol ofensivo é ponto positivo para ele.

Alex Stival, tem como principal virtude, achar jogadores bons e baratos. Nossa situação financeira não é das melhores, logo, seria como unir o útil ao agradável. A fama de amarelão acaba atrapalhando muito o seu trabalho. Ele leva as criticas exageradamente á sério. Se ele conseguir “esquecer” isso e se concentrar mais em seu trabalho do que nas críticas, poderá se tornar um treinador vencedor. Não custa lembrar que ele quem montou o São Paulo, campeão da Libertadores em 2005. Danilo, Fabão, Josué, Mineiro, e mais alguns, foram indicações dele. Agora resta a torcida, apoia-lo e torcer para que dê certo.

Pedimos somente que tenha um espirito mais vencedor, que seja mais vibrante, não se contete com derrotas falando “o time tentou, jogou bem, so que o adversário foi melhor” tem que falar é “Eu sei que podemos render mais, somos melhores, não jogamos PN e pode ter certeza que vamos melhorar” não fique com receio de fazer alguma crítica aos jogadores “estrelinhas” ou até mesmo se precisar, tem que barra-lós. Acima de tudo mostre espírito VENCEDOR, “jogue” junto com o time, chingue, berre, faça o que for preciso. So não aceitamos que desista facilmente de um jogo falando que já perdeu ou que vai ficar no empate   mesmo que esteja aos 45 do segundo tempo.


A NAÇÃO TE DESEJA TODA SORTE DO MUNDO, E AGORA VOCÊ SABERÁ O QUE É UMA TORCIDA DE VERDADE AO SEU LADO.


So queremos um flamengo melhor – Por Rayane

dezembro 2, 2008

massa-rubronegra

Tenho 17 anos, e aos 5, eu comecei a entender alguma coisa de futebol. Vi uma amiga com uma camisa do flamengo e não deu outra, pedi uma pro meu pai e desde então, comecei a torcer para o flamengo . Na verdade, eu já nasci flamenguista, mas só descobri aos 5 anos . Naquela época, eu achava que, no fla, era tudo uma maravilha –eita ingenuidade . Mas, fui ficando mais velha, e constatei que não era bem assim. Nenhum clube é essa maravilha que sonhamos. Só que o MAIS QUERIDO tem algo que o diferencia dos outros, que o faz forte -mesmo considerando esse tempo todo sem um título de expressão- que é nada mais, nada menos, que a sua TORCIDA.

Essa, que alguns insistem em criticar e chamar de “corneteiros” e até mesmo “modinhas” são os mesmos que esse ano, lotou o estadio contra o SPFC e viu o time perder de 4×2 , mas, beleza digamos que era um jogo “normal de se perder” ai foi os mesmos “corneteiros” lotaram o maraca contra Vitoria e Cruzeiro, todos sabemos o que aconteceu, muitos ficaram revoltados, mas, depois “amenizaram” e depois de uma boa sequência e com o sonho do Hexa voltando a ficar vivo foram mais 80 mil apoiar o time contra o Atletico Mineiro -que não queria mais nada no campeonato- e o que vimos?um time completamente apático e o pior ANDANDO em campo, resultado? 3 x 0 para o clube mineiro, ai todos devem ter pensado ” agora não vão mais ao estadio” certo? pois não é que o pensamento de todos estavam ERRADOS 45 Mil presente contra a Lusa, e para que?para ver outro vexame, o time começa ganhando de 1 x 0 e deixa empatarem e o pior VIRAREM e tivemos que buscar o EMPATE no finalzinho do jogo -jogando contra o time que estava lutando para nao cair – , todo pensando que a cota de vexames do ano tinha acabado, mas que nada, o pior ainda estaria por vir aproximadamente 35 mil no maraca considero um publico pequeno por se tratar de FLAMENGO , mas, diante das circunstâncias o público era até bom- o time ganhando de 3 x 0 e deixa o Goiais empatar.

Mesmo depois de tudo que sofremos esse ano, pode ter certeza, que ano que vem vamos ta la de novo firmes e fortes apoiando o times que tanto amamos e torcemos, mas, apesar de tudo tem gente que fala que praticamente fala que a culpa de tudo é nossa que nao podemos criticar, não podemos reclamar, protestar, não podemos EXIGIR um flamengo melhor e temos que achar que tudo que acontece é uma maravilha e prefere colocar todos os erros na TORCIDA que é a menos culpada nisso tudo, falando que temos que apoiar e não criticar, que protestar pedindo melhoras – claro que um protesto sem bombas- e “não ser flamenguista” ou “não entender nada de futebol”.

E outra (dirigentes, jogadores) não precisam pedi para irmos ao estádio e fazermos nossa parte, porque SEMPRE fizemos, não vai ser agora que vamos parar de fazer, quem não estão fazendo o que deveria fazer são vocês.

Para finalizar se criticamos, se protestamos, ou algo de gênero é somente, porque queremos um flamengo competivo e que não repita o que aconteceu esse ano e acima de tudo ganhando titulos expressivos.

SO QUEREMOS UM FLAMENGO MELHOR!!!


Vergonha! – Por Diana

dezembro 1, 2008

rsrs2

Vergonhoso, ridículo, humilhante….não há adjetivos que possam descrever o MAIS NOVO VEXAME que este time sem-vergonha nos proporcionou. Entregamos de mão beijada a vaga para a Libertadores, mas, convenhamos, time que faz 3X0 e cede o empate não merece classificação, tem que jogar torneios de segunda categoria, tipo Copa do Brasil e Sul-Americana mesmo.

E agora, qual a desculpa por mais um vexame vergonhoso dentro de casa? Este técnico de merda, esta diretoria amadora e estes jogadores realmente não merecem apoio, não merecem reconhecimento, não merecem credibilidade…Enfim, não merecem NADA!

Obrigada Márcio Braga, Kléber “Edmundo Santos Silva” Leite, Caio “pipoqueiro” Júnior e aos jogadores sanguessugas (sem generalizar) por BRINCAR com os sonhos de UMA NAÇÃO! Por conseguir CALAR mais de 35 milhões de torcedores! Parabéns à todos vocês incompetentes máximos, que desconhecem o tamanho do clube e não tem a menor identificação com a Instituição! Nem a vaguinha para a Libertadores conseguimos, pelo simples fato do amadorismo REINAR!
Esta diretoria nos proporciona grandes emoções mesmo…Emoções terríveis!

Enquanto essas pessoas estiverem administrando o Flamengo, seremos sempre torcedores frustrados. Vai ser muito difícil superar o São Paulo, que não é apenas a estrutura física, mas sim, a responsabilidade administrativa que existe na composição de sua diretoria.

É, este ano já foi! Quero esquecer, quero apagar da minha memória!

NÃO PODEMOS FICAR DE BRAÇOS CRUZADOS FRENTE À ESSE DESRESPEITO. PARA O ANO QUE VEM, PRECISAMOS DE UMA REFORMULAÇÃO GERAL! CHEGA DE ADMINISTRAÇÕES INCOMPETENTES!

Quero o meu FLAMENGO de volta!